joomla templates top joomla templates template joomla

CTT

Chegou ao conhecimento da Comissão Concelhia de Coimbra que a Administração dos CTT prepara o encerramento da estação de Correios da Praça da República. O PCP recorda o processo que já conduziu ao encerramento de vários postos e estações dos Correios no Concelho de Coimbra, à semelhança do que acontece um pouco por todo o Pais - encerraram as estações do Mercado D.Pedro V, de Santa Clara, da Universidade, Taveiro, Ceira, HUC, assim como as estações de Cernache, Celas, Santa Clara e Souselas.

Estes encerramentos não podem ser desligados da política de sucessivos governos PS, PSD e CDS que visava privatizar este importante serviço. Os Correios têm de estar ao serviço de todos, e são um serviço público fundamental às populações, à economia nacional, ao desenvolvimento regional e à coesão territorial, logo têm que ser públicos sendo de toda a importância a sua localização próximos da população!

Tal como o PCP alertou, a privatização teve efeitos nefastos para o serviço postal:
- Degradação do serviço postal e destruição do seu carácter universal.
- Encerramento de postos e estações, dificultando o acesso aos serviços, afectando os mais desfavorecidos.
- Distribuição não diária de correspondência a todos os domicílios.
- Aumento das tarifas, aplicação do princípio de “ quem quer correios, paga-os”, ou seja, ficou comprometido o direito de todos os cidadãos pagarem o mesmo preço pelos serviços, independentemente da região de residência.
- Perda de receitas pelo Estado, deixaram de transferir os lucros para o Estado e aumentam a fuga de pagamento de impostos.
- Lucros para os bolsos do grande capital nacional e estrangeiro.

A privatização foi também nefasta para os trabalhadores com a destruição de postos de trabalho, a redução do valor dos salários, o aumento da precariedade e do trabalho à peça e sem direitos.

O PCP e a CDU sempre estiveram ao lado das populações em defesa do serviço postal que tem mais de 500 anos.

Não são admissíveis mais encerramentos na cidade e no país! A abertura de postos em estabelecimentos privados não resolve o problema às populações na medida em que não prestam os mesmos serviços.

A Comissão Concelhia de Coimbra do PCP apela à luta de utentes e trabalhadores para exigir a libertação dos CTT da gestão privada e pela recuperação do controlo público dos correios.
O que é público é de todos, o que é privado é só de alguns!

20180305 97 aniversário do PCP

 

20180100 mupi obra hidroagrícola do mondego

 

20180100 Breve Curso da História do Capitalismo

 

20180203 jantar regional com jerónimo de sousa

 

20170210_ramal_da_lous_cumpra-se_o_aprovado.png

20170100_mupi_mais_direitos_mais_futuro_nao_precariedade_1.jpg

20170100_mupi_mais_direitos_mais_futuro_nao_precariedade_2.jpg

20160910_universidade_fundao.jpg