joomla templates top joomla templates template joomla

20180418 defender e valorizar as maternidades

O Sindicato dos Médicos da Zona Centro denunciou a situação de “rutura iminente” no Serviço de Neonatologia da Maternidade Bissaya Barreto, em Coimbra. O Sindicato coloca na base da questão a falta de trabalhadores e o envelhecimento dos profissionais do quadro clínico.

Uma das preocupantes situações relatadas consiste no facto de a escala de Abril da urgência do serviço de cuidados intensivos de Neonatologia não estar completa. De acordo com declarações prestadas, “os médicos dispensados de fazer urgência devido à idade têm garantido o serviço nos últimos tempos, mas atingiram um grau de exaustão e já não conseguem continuar a assegurar o serviço”, situação agravada pela saída de um médico do quadro.

Refere ainda o Sindicato que os médicos registam um elevado grau de exaustão, trabalhando muito acima das 200 horas extraordinárias previstas na lei, apelando à contratação urgente de um neonatologista. Além disso, será necessário planear a contratação de três pediatras para formação em Neonatologia.

O desinvestimento dos sucessivos governos nos recursos financeiros, logísticos e humanos destas maternidades, instituições do Serviço Nacional de Saúde, refletiu-se na degradação das instalações e dos equipamentos, na redução dos recursos humanos e, consequentemente, na qualidade dos serviços prestados. Situação agudizada pelo encerramento de serviços de apoio na Maternidade Bissaya Barreto, designadamente a esterilização, a farmácia, o armazém e, por último, o serviço de ginecologia.

O PCP defende a valorização deste serviço público - com a execução de obras de restauro e beneficiação das instalações da Maternidade Bissaya Barreto, aquisição de equipamento moderno e contratação de trabalhadores, para reforço e rejuvenescimento das equipas multidisciplinares -, de forma a manter o serviço de excelência até que se conclua a construção da nova maternidade.

Assim, ao abrigo das disposições constitucionais e regimentais devidamente aplicáveis, o PCP questionou o Governo, por intermédio do Ministério da Saúde:

Confirma o Governo que a escala de Abril da urgência do serviço de cuidados intensivos de Neonatologia não está completa?
Vai o Governo proceder à contratação urgente de um neonatologista? Que medidas estão a ser tomadas para esse efeito?
Está o Governo a tomar medidas para assegurar a contratação de pediatras para formação em Neonatologia na Maternidade Bissaya Barreto? Quais e para quantos?

 

20180305 97 aniversário do PCP

 

20180100 mupi obra hidroagrícola do mondego

 

20180100 Breve Curso da História do Capitalismo

 

20180203 jantar regional com jerónimo de sousa

 

20170210_ramal_da_lous_cumpra-se_o_aprovado.png

20170100_mupi_mais_direitos_mais_futuro_nao_precariedade_1.jpg

20170100_mupi_mais_direitos_mais_futuro_nao_precariedade_2.jpg

20160910_universidade_fundao.jpg