joomla templates top joomla templates template joomla

20190224 visita conimbriga qna mesquita

Fundado em 1962, na sequência da intervenção no sítio arqueológico de Conimbriga, o Museu Monográfico de Conimbriga contou sempre entre as suas valências com o Laboratório de Conservação e Restauro e com a Oficina de Restauro de Mosaicos como elementos indispensáveis para o cumprimento dos seus objetivos, designadamente, a preservação, investigação e exposição pública das ruínas da cidade romana, bem como para a execução de trabalhos fora do seu âmbito geográfico estrito e o apoio à investigação científica nacional.

Um problema há muito denunciado pelo PCP é a falta de pessoal nos Museus, Palácios e Monumentos. De facto, a situação atingiu um ponto tal que, a manter-se, pode comprometer o cumprimento da missão a que estas instituições estão acometidas. Ao longo dos anos, as saídas não foram sendo compensadas com novas entradas, a média etária dos trabalhadores é muito elevada. Significa isto que, a não serem tomadas medidas imediatas, muito em breve as equipas podem ficar reduzidas a menos de 1/3 dos atuais trabalhadores.

De acordo com uma notícia publicada esta semana, o atual Diretor do Museu Monográfico de Conimbriga – Museu Nacional interpelou a Diretora-Geral do Património Cultural numa sessão pública dizendo que, caso não sejam contratados mais técnicos, “algumas das imagens que abrilhantam” aquele conjunto (museu e ruínas) “poderão não passar de uma evocação nostálgica” em poucos anos. Foi solicitada uma intervenção urgente do Governo por forma a superar este grave problema.

É hoje evidente que a escassez de todo o tipo de meios e de trabalhadores nos museus, palácios, monumentos e sítios arqueológicos alcançou um ponto que exige a tomada de medidas imediatas, sob pena de se perder a possibilidade de transmissão de conhecimentos e de cultura de organização, que poderá demorar décadas a recuperar. Por isso, o PCP levou a discussão na Assembleia o Projeto de Resolução 2023/XIII, que recomendava ao Governo a realização de um programa de emergência para a valorização dos museus, palácios, monumentos e sítios arqueológicos, em que era proposta a contratação de trabalhadores em número adequado e com vínculo de trabalho estável, valorizando as suas carreiras. Esta iniciativa foi rejeitada no passado mês de Junho com os votos contra de PSD e PS – no entanto, como a situação relatada comprova, os problemas mantêm-se e tardam medidas urgentes e eficazes.

"Assim, ao abrigo das disposições constitucionais e regimentais devidamente aplicáveis, solicitase a V.ª Ex.ª que possa remeter ao Governo, por intermédio do Ministério da Cultura, o pedido de resposta às seguintes questões:
Vai o Governo proceder ao reforço do número de trabalhadores do Museu Monográfico de Conimbriga – Museu Nacional?
Quando o vai fazer? Quantos trabalhadores vai contratar? Para que postos de trabalho?"

20180305 97 aniversário do PCP

 

20180100 mupi obra hidroagrícola do mondego

 

20180100 Breve Curso da História do Capitalismo

 

20180203 jantar regional com jerónimo de sousa

 

20170210_ramal_da_lous_cumpra-se_o_aprovado.png

20170100_mupi_mais_direitos_mais_futuro_nao_precariedade_1.jpg

20170100_mupi_mais_direitos_mais_futuro_nao_precariedade_2.jpg

20160910_universidade_fundao.jpg